11/02/2021 às 15:00 Fonte Tecmundo

Imagem de: Claro registra receita de R$ 39,5 bilhões somente em 2020

A Claro comunicou, na noite desta terça-feira (09), os resultados obtidos em 2020. Somente no quarto trimestre do ano, a empresa atingiu um faturamento de R$ 10,1 bilhões no quarto trimestre de 2020. No total, a receita anual foi nada menos que R$ 39,5 bilhões — o que representa um crescimento de 1,7% em relação ao ano anterior.

Apesar da pandemia, que gerou uma queda no desempenho de muitas empresas, o EBITDA da Claro (que considera o lucro antes de impostos, amortizações e depreciações) alcançou R$ 16,1 bilhões em 2020, mais 8,4% do que o registrado em 2019. Aliás, somente no último trimestre do referido ano, esse índice chegou a R$ 4,2 bilhões.

A empresa afirma que o bom desempenho está ligado ao crescimento de 29,6% na base de pós-pago em 2020, isto é, 8,2 milhões de clientes. Mas não foi apenas nessa cartela de serviços que a Claro se destacou. A venda de aparelhos cresceu, apresentando um salto de 46,5% e uma receita de R$ 488 milhões no quarto trimestre. Os resultados positivos também apareceram no serviço de interconexão, que cresceu 9,3%, gerando uma receita de R$ 120 milhões.

Controladora da Claro anuncia nova empresa

No mesmo dia em que foram divulgados os resultados acima, a América Móvel, controladora da Claro no Brasil, anunciou a criação de uma nova empresa com foco em desenvolvimento, construção e compartilhamento de torres de telecomunicação.

A controladora informou que o projeto já foi aprovado pelo Conselho de Administração e a mudança deve ocorrer ao longo de 2021. No entanto, ainda existem algumas pendências, como a adequação às legislações locais de cada país e obtenção do aval de acionistas. A medida, vale destacar, afetará toda a infraestrutura da América Móvel — que se entende não só pelo Brasil, mas por toda a América Latina.

FONTE TECMUNDO 11/02/2021 às 15:00